ODONTOLOGIA VETERINÁRIA
ODONTOLOGIA VETERINÁRIA

Autor

Dr. HERBERT LIMA CORRÊA

                   Possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - UNESP BOTUCATU (1992) e mestrado em Cirurgia Veterinária pela Universidade de São Paulo (2003). Fundador da marca ODONTOVET, atua única e exclusivamente na área de odontologia veterinária para pequenos animais. Desenvolve ainda atividades de orientação de estágios de alunos de graduação e pós-graduação, consultoria científica para a Revista Clínica Veterinária e MedVep, Conselheiro consultivo da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária (ABOV), além de ministrar aulas e palestras sobre odontologia veterinária para alunos de graduação e pós-graduação.

 

Saúde e Inspeção Animal: A odontologia veterinária é uma atividade privativa para médicos veterinários. Existem muitos profissionais e estabelecimentos dedicados a está área no Brasil?

Dr. HERBERT: Esta é uma pergunta difícil de responder, em primeiro lugar porque o Brasil é um país de grande extensão e a cada ano, mais e mais médicos veterinários se formam. Em segundo lugar, porque a prática da odontologia veterinária pode ser feita perante a lei por qualquer veterinário, estando ele preparado ou não. Em geral, os cursos de medicina veterinária não preparam um profissional para atender casos odontológicos, porém existem profissionais que são autodidatas, outros buscam nos cursos de especialização a complementação de sua formação e infelizmente, a grande maioria coloca a saúde em risco de seus pacientes realizando procedimentos odontológicos sem o mínimo preparo.

Até onde temos conhecimento, são poucos os estabelecimentos dedicados exclusivamente ao atendimento odontológico. O ODONTOVET foi o primeiro do Brasil e América Latina e o segundo no mundo. Depois vieram outros como o ODONTOCÃO em Curitiba, PR, ZOODONTO em Belo Horizonte, MG, DENTALVET no Rio de Janeiro, RJ, dentre outros.

Saúde e Inspeção Animal: O Senhor é sócio da ODONTOVET, o primeiro centro odontológico veterinário especializado do Brasil na odontologia veterinária. Diria que o caminho trilhado foi composto de muitas realizações?

odontovet

Dr. HERBERT: Sim, sem dúvidas. Na época, isto em 1994, pouco se falava em odontologia no meio veterinário. Muitos achavam que era loucura abrir um centro exclusivo de odonto. Mas o tempo passou e a medicina veterinária evoluiu e hoje temos muito orgulho de ter contribuído de maneira significativa para o avanço da medicina veterinária em nosso país porque quase a totalidade dos profissionais que hoje atuam de maneira séria e especializada na odontologia animal fez estágio no ODONTOVET. Tivemos também estagiários de países vizinhos.

 

Saúde e Inspeção Animal: O Senhor também é sócio fundador e conselheiro consultivo da Associação Brasileira de Odontologia Veterinária - ABOV. Como a ABOV vem divulgando e implementando as ações desta área de conhecimento?

Dr. HERBERT: Na atual gestão eu pedi o meu afastamento da diretoria da ABOV para dar oportunidade para que outros profissionais também pudessem atuar e contribuir com o avanço da odontologia veterinária.

Saúde e Inspeção Animal: A atuação da medicina veterinária é bastante ampla. Na odontologia, quais são as principais espécies atendidas?

Dr. HERBERT: Cães, gatos, cavalos, chinchilas, porquinhos-da-Índia, coelhos, macacos, leões, onças e outros animais de zoológico.

Saúde e Inspeção Animal: O crescimento dos pets e a ampliação do número de raças, especialmente caninas, no Brasil tem influenciado a demanda por serviços de odontologia veterinária?

Dr. HERBERT: Sim, cerca de 85% dos cães tem problemas periodontais, ou seja, problemas de gengiva. As raças pequenas são as mais predispostas.

Saúde e Inspeção Animal: Quais são as maiores causas de procura de atendimento odontológico veterinário e os procedimentos mais comuns executados para solução ou correção destes males?

Dr. HERBERT: O mau hálito é de longe a principal reclamação. Em geral é causado por bactérias (placa bacteriana) que fermentam resíduos de alimento presentes na boca. A proliferação destas bactérias leva ao desenvolvimento da doença periodontal que é responsável pela inflamação e destruição das estruturas que sustentam os dentes na boca, levando a perda dos dentes. A solução para este problema está no tratamento periodontal e na adoção de cuidados preventivos em casa, principalmente a escovação diária dos dentes.Dr Herbert

Outro problema comum é a fratura dos dentes e a solução está no tratamento de canal. Podemos ainda citar a persistência dos dentes de leite que devem ser extraídos. Atualmente, os tumores de boca são muito comuns e são tratados cirurgicamente e através de quimioterapia.

Em gatos é muito comum a reabsorção dentária. 70% dos gatos tem ao menos um dente reabsorvido durante a vida.

Em coelhos, chinchilas e porquinhos-da-Índia o crescimento constante dos dentes podem ser um problema devido a falta ou desgaste desigual, que leva a formação de pontas dentárias que machucam a bochecha e a língua.

  Nos animais de zoológico são muito comuns as fraturas dentárias.

 

Saúde e Inspeção Animal: A prevenção é parte importante nas áreas de saúde. Quais são as recomendações para uma boa saúde dental dos animais de estimação?

Dr. HERBERT: Para cães e gatos o meio mais barato e eficaz de manter a saúde bucal é através da escovação diária dos dentes e passar por uma avaliação odontológica por profissional especializado pelo menos uma vez por ano.

 

topo